terça-feira, 10 de agosto de 2010

simplesmente, me abrace



"Quando eu estiver louco, sutilmente se afaste".
Muito esperto esse Samuel Rosa!
Olha, demora muito pro meu caldo azedar. Mas muito. Só que quando azeda, nem um quilo de açúcar me adoça.
Eu andava engolindo uns sapos aí. Ele vinha, entrava goela abaixo, eu ia lá, empurrava com um copo d'água. Só que ontem, a saparada foi expulsa de dentro de mim.

Me vesti de louca e joguei a caca no ventilador. Não sei se isso é bom ou ruim!
Se mágoa dá câncer, eu me livrei de uma leva boa de coisas ruins guardadas. O problema é que esses processos acabam por magoar quem não merece.
Por isso, pra esse alguém, eu peço desculpas. Eu amo você, você não merecia conhecer a verdade dessa forma. Você é bom, tem um coração de ouro.

Só isso.
Xau.

Nenhum comentário:

Postar um comentário